Benvindos Como me tornei fã A menina do dossier
A menina do dossier PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Hermínia Coimbra   
Sábado, 14 Abril 2012 13:15

Era uma vez uma menina de 4 anos que emigrou com os pais e irmãs para o Luxemburgo. Corria o longínquo ano de 1977.

Mais precisamente em 1982, numa manhã invernosa, esta menina foi despertada por um som oriundo da TV que era diferente de todos e por uma voz com um timbre muito característico. Esta aproximou-se da TV e reparou na legenda daquele vídeo-clip e nunca mais esqueceu aquelas palavras: “Thriller” de MICHAEL JACKSON.

 

O que aconteceu naqueles minutos mudou para sempre a vida desta menina. De facto, passou a imitar o estilo de vestir daquele cantor, o penteado e a colecionar tudo quanto lhe dizia respeito, sobretudo posters que na época eram facultados pela famosa revista Bravo…enfim vivia e respirava Michael Jackson, bem como o próprio país que valorizava imenso o trabalho deste génio, passando constantemente a sua música nas rádios e na TV. Esta menina vivia feliz e contente, longe de imaginar que a sua vida iria levar uma reviravolta.

Eis que em 1984 os seus pais decidem regressar a Portugal. De início esta ideia não lhe agradou muito, pois teria que deixar os seus amigos, a escola, os seus locais preferidos…enfim parte da sua infância ficaria para trás, mas por outro lado os seus pais tentavam convencê-la com outros argumentos: “vais fazer outros amigos, vais estar com os teus outros familiares, em Portugal está quase sempre calor (o que os adultos fazem para convencer os filhos) e aos poucos ela foi-se mentalizando para esta grande mudança, sempre com uma certeza, MICHAEL JACKSON acompanhá-la-ia.

Chegados a Portugal, a menina realmente constatou que todos aqueles argumentos apresentados pelos seus pais eram válidos. Era tudo muito acolhedor e alegre, mas rapidamente se apercebeu de uma dura realidade, em terras lusas praticamente não se conhecia MICHAEL JACKSON!!! Correção: conhecia-se, não pela genialidade musical, mas por escândalos e boatos ridículos.

No dia a dia foi-se apercebendo desta situação, quando se deslocava para a escola com o seu dossier debaixo do braço, forrado com recortes de MICHAEL JACKSON e se deparava com olhares e comentários cruéis, do género: “Olha para aquela com aquele tipo no dossier! Que horror!” Enfim assim foi vivendo, mantendo-se sempre fiel ao seu ídolo, rodeada de seus posters, mas sentindo-se cada vez mais sozinha nesta sua devoção e admiração.

Entretanto a menina cresceu, casou e teve um filho (rápido e eficiente) e saiu de casa de seus pais, mas antes de o fazer teve o cuidado de guardar os seus posters numa caixa de papelão, guardando-os no sótão à responsabilidade da sua mãe.

Nessa altura as responsabilidades eram outras e as preocupações do dia a dia foram esmorecendo a sua paixão por MICHAEL JACKSON, embora nunca o tivesse esquecido, procurando sempre incluir as suas músicas nas canções de embalar do filho, à exeção de Thriller, como é evidente.

Em 1992, foi surpreendida pelo seu padrinho com um bilhete para assistir ao concerto de MICHAEL JACKSON em Alvalade. De referir que naquele momento aquela mulher, voltou a ser “a menina do dossier”, perdida nas suas memórias. Lá em frente ao palco, ela teve vontade de correr até ele e de o abraçar, agradecendo-lhe o simples facto dele existir, mas ele estava tão longe…enfim foi uma noite memorável que perdurará para sempre na sua memória.

A 5 de março de 2009, por sinal véspera de seu aniversário, esta mulher foi presenteada com uma notícia que jamais esquecerá, MICHAEL JACKSON anunciava ao mundo o seu regresso aos palcos com o estrondoso “This is IT”. Ficou incrédula, pois apesar da sua fragilidade e debilidade físicas notórias, MICHAEL JACKSON iria voltar. Toda aquela emoção da adolescência voltou, bem como a “menina do dossier” e ela apenas pensava “será que ele virá a Portugal novamente em digressão?”.

No dia 25 de Junho de 2009 esta mulher foi para uma Ação de Formação e quando regressou bem tarde na noite, ao sair do carro teve de imediato uma sensação estranha, mas não soube explicar o que era, talvez cansaço, pensava ela, subiu as escadas e o ambiente ainda se tornou mais denso e pesado. Na cozinha estavam o seu filho e seu marido que ao se depararam com ela se calaram imediatamente, algo não batia certo, “que estranho”, pensava ela. Então seu filho dirigiu-se a ela dizendo-lhe de forma aflitiva e nervosa: “Mãe, quero que te sentes e que tenhas calma!” Perante estas palavras ela apercebeu-se que algo de muito grave tinha acontecido, nesse momento pensou em muita coisa, mas não estava preparada para ouvir as palavras que o seu filho proferiu de seguida: “Mãe, o MICHAEL JACKSON morreu!” Foi indescritível aquilo que ela sentiu, seu mundo tinha desabado…o seu ídolo não, não podia ser!! E no meio daquele silêncio ensurdecedor, apenas vislumbrava “a menina de dossier” debaixo do braço que passeava com o seu walkman nos ouvidos e que cantarolava as músicas de seu ídolo, procurando de forma desajeitada imitar alguns dos seus gestos frenéticos. Essa imagem foi-se desvanecendo naqueles instantes. Para piorar a situação, ouviu-se o toque da campainha e ao dirigir-se à porta procurando enxugar as suas lágrimas, esta mulher depara-se com outra grande mulher, sua mãe que lhe estendeu uma velha caixa de papelão que entretanto tinha ficado à sua guarda, é verdade esta velha caixa continha os seus posters que guardara com tanto cuidado. Não houve troca de palavras, os seus olhares disseram tudo.

A partir desse dia a vida desta mulher perdeu algum brilho, MICHAEL JACKSON que tinha vivido com esta menina/mulher tinha partido, deixando apenas as suas músicas e gestos filantropos, reconhecidos por alguns e ignorados por outros. MICHAEL JACKSON foi de facto uma lufada de ar fresco que nos foi dada a respirar e do qual usufruímos muito pouco, pois a arrogância e a crueldade do ser humano poluiu esta dádiva tão nobre.

Ah…e antes de finalizar esta minha longa-metragem, em jeito de pormenor, devo referir que esta menina/ mulher que aqui relatou a sua longa história na verdade era…EU, a eterna “menina do dossier”.

 

Hermínia Coimbra

Actualizado em Domingo, 03 Março 2013 11:28
 

Comentários  

 
+2 #9 Hermínia Coimbra 23-04-2012 22:57
Obrigada amigos pelos vossos comentários, de facto escrevi a minha história com muita emoção e amor e fico muito feliz por saber que muitos se identificam com ela. Bem hajam todos por fazerem parte da minha família!!! It's All for LOVE!!!
Reportar ao administrador
 
 
+1 #8 Armanda Machado 23-04-2012 15:52
Gostei da tua história Hermínia,chegue i a emocionar-me ao ver o quanto me identifico com ela...ao percerber-me que também fui "menina de dossier", que passei pelo apontar de dedo, pelos olhares de lado e pela rejeição perante os colegas da escola...e até digo mais; confesso que perdi amigos,só porque não entendiam "a minha maluqueira" como diziam na época... (mas até era mesmo,muito maluca pelo Michael, mas queria lá saber o que pensavam), Bem hajas Herminia :roll: parabens pela linda história..
- Há!! - e já agora deixa-me que vos diga, que alinhava nesta viagem aos anos 80, levem-me tambéeemm!!!!
eheheh... :P
Reportar ao administrador
 
 
+2 #7 Hermínia Coimbra 17-04-2012 14:12
Realmente seria espetacular uma viagem ao passado, mais precisamente aos anos 80...na companhia do maluco do Dr Emmett Brown...hehehehe!!!
Reportar ao administrador
 
 
+1 #6 RUI DUARTE 17-04-2012 10:32
Delfim gostei dessa do Marty MacFly :-) Que nos emprestasse o Delorean para podermos ir atrás no tempo!!! Que bom que era...
Reportar ao administrador
 
 
+1 #5 Delfim 17-04-2012 02:06
Eu tenho o prazer em conhecer muito bem uma "menina do dossier"! Já ouvi imensas histórias! Era fixe que o Marty MacFly nos emprestasse o Delorean pra podermos ir atrás no tempo!!! Olha... já agora... eu era o menino do dossier Michael também ehehehe!!! E também não queria saber, se os outros não gostavam... era azar o deles!!! Beijinhos!
Reportar ao administrador
 
 
+2 #4 Dália Fernandes 16-04-2012 22:22
Amei, Herminia, nem imaginas como me identifico com a tua história, eu também fui uma "menina do dossier". :-) Fantástico como os fãs do Michael têm tanto em comum. Beijinho especial.
Reportar ao administrador
 
 
+3 #3 RUI DUARTE 16-04-2012 19:41
Herminia. Simplesmente, LINDO!! Emocionei-me com a tua historia. Contaste com muita alma e dizer tambem que escreves lindamente. Parabens!!! A tua historia emociona, de verdade. Terminando, dizer que me revi um pouco na tua historia, como tu sabes que já tivemos oportunidade de falarmos sobre isso...que é o facto de eu tal como tu, sermos filhos de imigrantes e a dificuldade e rejeição que tivemos que enfrentar ao chegar a Portugal sendo Fãs do Michael, perante tanta ignorancia, estupidez de que fomos alvos por pessoas que simplesmente só conheciam o Michael pelos boatos ridiculos e falsos e nao pela sua genialidade como tu disseste e muito bem. Abraço.
Reportar ao administrador
 
 
+1 #2 Ana 16-04-2012 11:08
Fiquei com a lágrima no canto do olho :) Linda história mesmo!!
Reportar ao administrador
 
 
+1 #1 Delfim 14-04-2012 14:30
Hermínia, adorei a tua história... muito comovente!!! É preciso cuidado, isto de ir à Internet no café... Depois ainda me ponho praqui a choramingar... Não dá...
Reportar ao administrador
 

Para comentar este artigo por favor faça Login ou Registe-se no Clube de Fãs de Michael Jackson (inscrição gratuita).

Login



Hoje...

Michael Jackson é o Rei da Pop
Clube de Fãs Michael Jackson
O Clube de Fãs de Michael Jackson deseja-te uma boa Quinta-Feira! M.J. Forever!

Agenda

** Tributo Michael Jackson ** * Agenda de Espectáculos * »»»» Algarve - Portugal «««« » Sexta: Clube Praia da Oura - Albufeira       » Sábado: Hotel Forte do Vale - Albufeira              

Partilha

Share to Facebook Share to Twitter Share to Linkedin Share to Myspace Share to Delicious Share to Google 


© Copyright 1996-2013 - Clube de Fãs de Michael Jackson - Portugal
'The Michael Jackson Family'
www.reidapop.com